quarta-feira, 27 de junho de 2018

Um descuido que pode ser fatal!

Um descuido que pode ser fatal!


Nós como adultos sabemos que comer um plástico ou engolir uma moeda é um risco para nossa vida. Sabemos que se não conseguirmos eliminar pelos intestinos teremos que ir para uma cirurgia. Mas uma criança não sabe e tomamos os cuidados necessários para evitar um acidente.

Os cães são crianças. Não sabem que um pano ou plástico não são digeridos. Quando um cão come um pano existe a chance de encontrarmos num canto do pátio ou do canil um vômito ou uma eliminação com as fezes de pedaços de pano ou plástico.
Mas comumente isso não acontece. O diagnóstico geralmente passa despercebido em sua fase inicial. O cão continua comendo e até evacuando. Até que para de ser o mesmo. Alguns dias foram perdidos. O veterinário pode dizer que é uma inapetência. Pode fazer uma ecografia e não interpretar direito (minha filha médica radiologista me disse uma vez que o importante não é a ecografia mas quem a interpreta).

Quando resolvem operar as alças intestinais estão inflamadas, algumas vezes com perfuração e consequente peritonite. A cirurgia passa a oferecer riscos de complicações. Uma nova intervenção as vezes é necessária. E o óbito com frequência ocorre.
Esse ano um macho chamado Shelter comeu um pano e tudo isso que relatei ocorreu. Ele morreu. Sofrimento para ele e para nós. A Ebony fez o mesmo no ano passado. Depois da segunda cirurgia sobreviveu. 

E escutei alguns relatos de fatos semelhantes com criadores de outras raças. Um criador de Dogo Argentino tornou Campeão Mundial um exemplar seu. Não diagnosticaram a tempo e veio a falecer.

A prevenção absoluta não existe nessa vida. Mas podemos diminuir as probabilidades. Não ofereçam brinquedos de plástico que possam ser cortados com os dentes e engolidos. Retirem do pátio plásticos de supermercado e se alguém jogar em seu pátio façam o mesmo. Madeira, galhos de árvores são triturados e acabam sendo expelidos. Cascas de frutas também não oferecem riscos. Geralmente o que é orgânico não oferece risco. Ossos de galinha podem eventualmente obstruírem em alguma alça. Qualquer objeto não digerível deve ser afastado. 

Isso acontece principalmente com filhotes mas também com cães adultos. Podemos notar o comportamento de nossos cães. Nem todos agem assim. Na verdade com adultos é uma minoria. Talvez a natureza já os tenha ensinado. Com o Shelter foi assim: fizemos o churrasco. Os plasticos onde as carnes estavam foi colocado num lixo no quiosque. Terminado o churrasco o empregado esqueceu de levar o saco de lixos como eu havia pedido. A noite o Shelter foi solto e com 10 meses de vida encerrou sua passagem na Terra. Plásticos com gosto de carne. Numa próxima ocasião eu mesmo retirarei. Não se pode confiar muito nos outros em temas graves. Principalmente empregados. Assim era o Shelter meu querido Shelter:



American Stafforshire uma paixão que se tornou hábito

Uma paixão que se tornou hábito A palavra Venda de Filhotes de American Staffordshire me parece forte. Por isso nunca escrevi essa pala...