segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Um ente familiar especial!

Existe uma idéia errônea de que o pitbull ou o american staffordshire devam ser agressivos. Na verdade a agressividade é encontrada em indivíduos de todas as raças.

sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Bolsonaro, o American Staffordshire e o American Pitbull Terrier

Bolsonaro, o American Staffordshire e o American Pitbull Terrier

Nós vivemos num país pobre de cultura. E a pior pobreza é a da alma, da mente e do coração. O vazio de sentimentos nobres nos deixa medíocres. E o Brasil está medíocre. Quando sucumbimos à mediocridade acreditamos em tudo como uma esponja que absorve a água com facilidade quando está seca. Quando o homem a tudo absorve com facilidade se torna confuso ou preconceituoso. A pessoa confusa desconhece o caminho da verdade. O homem medíocre nem mesmo sabe que existe um caminho.

Escuto muitas asneiras a respeito da raça que crio há 27 anos. Mas também ouço a respeito do candidato Jair Bolsonaro. Tive o prazer e a honra de conhece-lo pessoalmente. Vi seu semblante e olhei os seus olhos que também fitaram os meus. Dizem que os olhos são o espelho da alma. Percebi sofrimento e cansaço em seus olhos. Notei sinceridade em suas palavras e muita coragem. O primeiro ítem que me fez escolher o american é a sua coragem dita como proverbial. O american não é agressivo ou desleal. Mas ele sabe enfrentar o inimigo. Infelizmente existem muitos inimigos nesse país. Que impedem o crescimento material e cultural. Estamos diante de uma possibilidade ímpar. Um homem com coragem e desejo de mudar esse país. Com integridadde e nacionalismo. Enfrentando o sistema que está aliado à esquerda doentia e que insiste em aumentar os seus súditos. Uma guerra. Um sistema que prefere doar a artistas da Globo fortunas pela Lei Rouanet mas deixa de emprestar 600 mil para o museu Nacional.

Existe um guerreiro com coragem proverbial entre os candidatos. Os da esquerda não perceberão isso porque não amam o país. Existe muita rejeição ao Bolsonaro que também existe contra o pitbull ou ao american. Assim é a vida. Até o Gandhi na Índia foi assassinado. Algumas pessoas tomadas pelo instinto de morte (Thanatos) não querem a vida feliz e próspera para os brasileiros. Milhares estão deixando o país por perceberem o caos que poderá advir se a esquerda continuar no poder. Corrupção e totalitarismo poderá ser o preço de nossa cegueira. No fim do governo militar o General Figueiredo disse: "vamos entregar a nação para os civis e todos esses guerrilheiros da esquerda tomarão poder. E só sairão com derramamento de sangue". Acreditam que se o Bolsonaro vencer será radical. Como uma criança desordeira que odeia um mestre disciplinador que anseia por ensinar um revoltado. Muitas vezes tememos a felicidade por sermos covardes. O povo brasileiro está sendo covarde e querendo deixar para seus filhos uma Cuba, uma Venezuela, um país de pobres na matéria e em seus âmagos. Todos os líderes petistas homenageiam a revolução cubana e seu líder Fidel Castro. Falam de democracia e homenageiam a ilha onde as maiores atrocidades à democracia foram cometidas. Os inimigos do sistema foram fuzilados e nunca mais ocorreu eleição após a invasão de Cuba. 

Enfim, muitos não conseguem olhar nos olhos do American Staff. Como venho olhando há 27 anos. E na semana passada olhei nos olhos do candidato que hoje, dia 7 de setembro, está numa UTI se recuperando de um atentado grave e covarde. Não me enganei com os americans. Não creio que esteja me enganando com Jair Bolsonaro. Um amigo me aconselhou a não fazer comentários sobre política no meu espaço dedicado aos cães. Os que são do PT não irão adquirir seus cães. Mas eu não consigo ser um homem fragmentado e tenho coragem de me expor. Antes de ser um criador da raça AST sou um ser humano preocupado com o futuro do meu país e sei que esse povo condicionado não percebe a realidade.

domingo, 12 de agosto de 2018

Transcendendo o American Staffordshire Terrier

Transcendendo o American Staffordshire Terrier

Nesse momento estou escutando uma música especial da banda Radiohead. Se chama The Numbers. Duvido que uma pessoa que tenha sensibilidade musical não viaje para outras excelcitudes, outras dimensões ou outros universos enquanto a escuta. Existem outros universos lá fora mas uma grande viagem deve ser feita dentro de nós mesmos. Destituídos de pensamentos retrógrados e viciados podemos empreender essa jornada.
Sem críticas dogmatizadas ou preconceitos o homem sem as amarras dos condicionamentos pode arriscar esses primeiros voos. Como uma águia em sua infância tentando atingir os grandes picos. Mas a mente é mais que uma montanha íngrime e altiva. Ela é principalmente um mar profundo e nessas profundezas escuras encontramos muitos mistérios que nos assustam. Um mundo escuro que nos atemoriza nos remotos e profundos esconderijos. Mas devemos lembrar que se vencermos esse medo poderemos encontrar tesouros nossos que se perderam na infância e adolescência. Estão em alguma parte do nosso inconsciente. 

Os tesouros não procuram as pessoas. Essas arcas repletas de riquezas aguardam serem descobertas. Alguém as escondeu. De medo que fossem destruídas nós as guardamos em algum lugar desse universo interior. E esse universo está interligado com o cosmos. Vida exterior e interior precisam fundir-se para que algo transcedental aconteça. Sorte de quem liberta essa natureza pura e descontaminada e a coloca em sintonia com a Harmonia Universal.



Energia encontrando Energia. Luz encontrando a Luz. 

Nesse estado não haverá lugar para sofrimento, culpa ou medo. Mas para isso precisamos encontrar esse tesouro. Tomara que não tenhamos escondido a ponto de não conseguirmos mais encontrar. Precisamos preservar nossos tesouros. Mas não podemos destruí-los. Mas se tiveres dificuldades não desistas. Escutar o som das águas. Sentir a energia de um tronco de árvore. Talvez isso nos faça sentir algo inefável e surjam caminhos ou percepções e nosso tesouro seja primeiro sentido e depois tocado. Quando estamos sujos de tanta energia pesada dessa sociedade doente ficamos cegos e surdos. Não é a religião que nos liberta. A verdade está dentro e fora de nós. Mas somos nós que precisamos descobrir essa verdade. Podemos passar nosso conhecimento mas nunca nossa sabedoria. Essa repousa na mansão do além que não conseguimos visitar nem mesmo em sonhos.

Nelson Filippini Almeida

quarta-feira, 4 de julho de 2018

Quem é o American Staffordshire Terrier?

Quem é o American Staffordshire Terrier?


Fazendo uma analogia paralela hipotética o AST seria potencialmente como o ser humano. Com a vantagem de que o cão normalmente é mais confiável.

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Um descuido que pode ser fatal!

Um descuido que pode ser fatal!


Nós como adultos sabemos que comer um plástico ou engolir uma moeda é um risco para nossa vida. Sabemos que se não conseguirmos eliminar pelos intestinos teremos que ir para uma cirurgia.

terça-feira, 29 de maio de 2018

A convivência do American Staffordshire com crianças!

A convivência do American Staffordshire com crianças!

Muitos me perguntam como o american se relaciona com as crianças. Alguns dizem ter filhos pequenos. Esquecendo a raça AST e pensando no comportamento animal de um modo geral, percebemos o quanto a convivência, o contato harmonioso e afetivo repercute na ligação que os mesmos desenvolvem conosco.

sexta-feira, 11 de maio de 2018

American Stafforshire uma paixão que se tornou hábito

Uma paixão que se tornou hábito A palavra Venda de Filhotes de American Staffordshire me parece forte. Por isso nunca escrevi essa pala...